quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Minha Historia - Uma notícia que mudou minha vida...

Na última postagem, terminei dizendo que meu gerente iria dar uma notícia muito importante, então vamos continuar...

Era 28 de dezembro, e o clima na loja estava muito estranho, chegou um material de campanha e ele ficou lacrado atrás de um armário na gerência, tentei ver o que era e o Rodrigo que era meu gerente não permitiu, perguntei ao Fábio e ele disse que era algo que nem ele sábia. Então trabalhamos naquele dia, e eu como era do primeiro horário, fui em casa e voltei a noite para a festa de confraternização, aquela seria a primeira festa de trabalho que eu ia, até por que este era meu primeiro emprego oficial.



Fui direto para o local, conversamos, comemos eu e o Henrique sentamos ao lado um do outro, cheguei a fantasiar que ali poderia rolar algo. Fizemos uma brincadeira de amigo oculto, mas não lembro quem tirei. No fim da festa o Rodrigo nos chamou e disse que precisava falar algo importante. Quando disse:
- Pessoal, no próximo dia 31 a nossa loja fechará, foi uma ordem de cima e não pude fazer nada.
Aquilo foi um baque para todos, pessoas choraram, eu fiquei muito triste, pois tinha as pessoas dali como uma segunda família. Mas o que me incomodava mesmo era o que seria de mim e do Henrique. Seriamos mandados embora e perderíamos o contato ou seriamos transferidos, com o risco de irmos para lojas diferentes, naquele dia decidi contar a ele que gostava dele. Despedi-me do pessoal e perguntei a ele se queria ir comigo, ele disse que sim. Mas a minha amiga que estava grávida apareceu na festa e decidiu nos acompanhar, ai não tive coragem de contar e fui  para casa com aquele remorso.
No dia seguinte acordei de cabeça fria e fui trabalhar, mas já havia desistido de contar, tinha muito medo da rejeição, alias não lido bem com rejeição.
Chegou o dia 31, penduramos uma faixa com a seguinte frase.
FECHADA PARA OBRAS, EM BREVE VOLTAREMOS.
Aquilo nos encheu de esperança, mas o Rodrigo avisou que era apenas marketing. Neste mesmo dia mais uma notícia ruim, nos teríamos que desmontar a loja e enviaríamos os produtos para o deposito, porém algumas pessoas já seriam transferidas para outra loja pois estavam precisando com urgência. Então ele disse os nomes disse que eram porque moravam perto. Dentre os nomes estava o nome do Henrique, eu chorei muito e acho que ninguém entendeu nada, ele me abraçou se despedindo e disse que iríamos manter contato, iríamos nos ver.



 E então ele foi e eu fiquei sem saber o que seria feito comigo. Não conseguia trabalhar, chorava escondido no estoque. Usava o corporativo para ligar para ele, mas nem sempre conseguia e ainda tinha medo que o pessoal percebesse a verdade.

Depois continuo...

Reações:

1 comentários:

fiquei curioso com o fim da estória...

sobre meu blog... bem...
meu problema não é SÓ estar solteiro, eu tb estou sozinho, o que isso quer dizer é que além de não ter um namorado há décadas (sim, décadas, não é exagero, afinal só namorei duas vezes e virtualmente por 3 meses e 6 meses), eu tb hoje não tenho mais amigos aqui em Belo Horizonte, cidade onde vivo.
então a solidão é sim o centro dos meus problemas, porque eu não tenho namorado nem amigos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget