segunda-feira, 26 de setembro de 2011

O pequeno principe



Ultimamente tenho me sentido como alguém/ninguém, não me sinto importante, me sinto só, até fracassado. Tenho dado tanto trabalho ao meu namorado cobrando dele atitudes, atenção, carinho, para suprir faltas que na realidade são minhas. Mas hoje fiquei me perguntando será que sou tão desnecessário ao mundo quanto eu penso. Me dei conta de que não fiz ainda tanta coisa que quero fazer por mim e não pelos outros. A todo tempo estou querendo agradar a alguém e quanto a mim? Quando vou me agradar? Quando vou fazer algo por mim? Algo que realmente eu sinta como algo que fiz para mim, que me satisfaça, tanto quanto quando o meu namorado sorri para mim, ou minha mãe me faz um gesto de amor ou recebo um abraço de um irmão meu. 
Depois de muito refletir sobre a minha vida e de achar que ela não vale nada, decidi que vale sim, tenho sonhos, sou movido a emoções, cobro do meu namorado pois não sou capaz de assumir meus erros. Se me sinto só, devo procurar amigos para conversar. Se me sinto fracassado, jogo uma partida de algum jogo até ganhar para me sentir vencedor.
Eu quero pular de para-quedas, patinar no gelo, cantar em um karaokê, casar com meu namorado, e ser feliz... E ainda quero ler o livro O Pequeno Principe...



Algumas frases deste livro:

“As estrelas são todas iluminadas... Será que elas brilham para que cada um possa encontrar a sua?”

"A gente só conhece bem as coisas que cativou - disse a raposa.
- Os homens não têm mais tempo de conhecer coisa alguma.
Compram tudo já pronto nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos,
os homens não têm mais amigos. Se tu queres um amigo, cativa-me!"

" Eis o meu segredo. É muito simples:
só se vê bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos."

"Foi o tempo que dedicaste à tua rosa que a fez tão importante"

"Tú se tornas ETERNAMENTE responsavél, por aquilo que cativas!"

“Ah! Pequeno príncipe, assim eu comecei a compreender, pouco a pouco, os segredos da tua triste vidinha. Durante muito tempo não tiveste outra distração a não ser a doçura do pôr do sol.”



Diante de todas estas frases percebo o quanto é importante cativar o que queremos para tê-los...Preciso de uma nova mudança...E preciso sair do meu planeta e deixar a minha rosa crescer sozinha por um tempo na companhia das borboletas e iluminadas pelas estrelas...

Reações:

3 comentários:

Já me senti muito assim!
E tenho estado como o Pequeno Principe... Sozinho em um mundo!
Mas dê a volta por cima e lute cara!
As coisas sempre melhoram!
Faça o seu dia o mais importante, hoje e sempre!
Sucesso e paz!
Novo leitor assiduo do blog

Abraço
Eric
http://avidasemascaras.blogspot.com/

Concordo com o Narciso (Eric), mas por outro lado, se o relacionamento necessita de cobranças, ou seja, sentimos falta de atenção, carinho, etc., pode ser que a culpa não seja exclusivamente nossa. Não quero ser pessimista, mas quando comecei a notar falta de atenção por parte do meu noamorado, era o começo da nossa "fase final". Logo depois descobri que ele já tinha começado uma relação com outro cara... Na minha opinião é preciso conversar quando aparecem primeiros sinais de uma eventual crise...
Abraço!
Não desanime!

@ Narciso Tenho tentado a cada dar a volta por cima, sempre tento um recomeço...Um abraço

@ Teleny Não acredito que este seja o meu caso, e é por isso tenho conversado bastante...Tadinho ele tá sofrendo comigo...Um abraço

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget