sábado, 31 de agosto de 2013

Enfrentando medos



Eu sou muito medroso, tenho medos ridículos. Coisas que se assimilam até a algum tipo de problemas psicológicos.
Um de meus medos mais bobo é da noite. Eu tenho pavor da noite, não da escuridão, gosto da escuridão. Apenas da noite, acredito que os monstros se libertam na noite. Inclusive na nossa noite interior, as vezes nos meus momentos de tristeza me vejo pensando em coisas que normalmente eu não penso.

Tenho medo da vida, é vida. Viver para mim muitas vezes se equipara a uma tortura. Sabe uma sensação idiota perante aos problemas que diz: - Morre que passa.

Tenho medo de pessoas, tenho medo do ser humano. Ao conhecermos alguém temos contato geralmente com o seu melhor, ninguém costuma se expor, se despir. E isso muitas vezes me impede de me relacionar com outras pessoas, sempre espero pelo momento que me farão mal. Existem pessoas que conheço a vida toda, mas sei que em algum momento me farão mal. Existem pessoas que conheço há cinco minutos e já acho que me farão mal. Evito amizades e relacionamentos, pois eles costumam me ferir.

Aos poucos estou tentando me libertar ou ao menos controlar meus medos. Quanto a noite o jeito é enfrentá-la de frente, quanto a vida estou tentando valorizar aquilo que tenho, já as pessoas acho que ainda não estou preparado para enfrentá-las, ainda me dão muito medo. Mas vou tentando aos poucos, sem rótulos e sem cobranças. Não espero muito de ninguém mais. Está semana decidi uma coisa sobre uma pessoa que pode me ajudar bastante na minha recuperação ou não...


Mais um texto louco, espero que entendam...

Reações:

6 comentários:

saber superar os medos é fundamental para se viver plena e abundantemente querido ... a vida é única e não pode ser desperdiçada ... força aí menino ...

beijão

Pela minha experiência com pessoa com fobia social, ainda acho que seu problema reside aí. Talvez focando nesse quesito, as outras áreas fluam melhor.

Beijocas

Um dos meios para superar os medos é falar (ou escrever) sobre eles. É um tremendo ato de coragem, sério!

Grande abraço!

Assim... eu estou escrevendo a alguns dias sobre o medo... rsrs... coincidencia JJ!Mas nem sei se publico... tenho refletido muito sobre isso. O medo é uma mer**... em todos os sentidos. principalmente no afetivo.

Beijos

Medo é algo involuntário e misterioso.
Tenho medo de mortos e medo do futuro, enfim, é a vida...

medo todos temos. enfrentá-los é algo que faz a gente crescer, melhorar e até superá-los.

espero que fique bem. =)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget