sexta-feira, 30 de novembro de 2012

O Preço da Felicidade ou O Custo da Liberdade?



Nestes últimos dias tenho pensado no quanto a vida é esquisita e injusta.
Quantas vezes na vida para sermos felizes, somos obrigados a abrir mão de algo ou alguém. São tantas as escolhas, quantas amizades não perdi, quantas oportunidades deixei passar, apenas para não desagradar a alguém, alguém que sempre considerei minha felicidade. O curioso é que ao fazer estas escolhas no contexto final eu estava apenas abrindo mão da minha liberdade de escolha.
Será que para ser feliz precisamos abrir mão da nossa liberdade, ou será que ao optarmos por ser livres, estamos nos condenando a infelicidade.

Sei que muitos vão dizer que estou louco, que liberdade e felicidade andam juntas. Mas afirmo que não andam. Quando você opta por um caminho para a felicidade ela começa a te cobrar pedágios, a cada trecho da estrada. E os preços ficam maior a cada trecho.

E a liberdade também nem sempre vem com a felicidade. Para ser livres muitas vezes precisamos abrir mão de pessoas ou até de sonhos. Por exemplo quantas pessoas não saem de casa para correr atrás de um sonho, porém contra a vontade da família.

Enfim não sei quem é a moeda de troca de quem, só sei que é difícil equilibrar Liberdade e Felicidade

E para finalizar gostaria de deixar esta canção que apresenta um pouco do que a indecisão...

Grito de Alerta – Maria Betânia


Primeiro você me azucrina, me entorta a cabeça

Me bota na boca um gosto amargo de fel
Depois vem chorando desculpas, assim meio pedindo
Querendo ganhar um bocado de mel

Não vê que então eu me rasgo

Engasgo, engulo, reflito, estendo a mão
E assim nossa vida é um rio secando
As pedras cortando, e eu vou perguntando: até quando?

São tantas coisinhas miúdas, roendo, comendo

Amassando aos poucos com o nosso ideal
São frases perdidas num mundo de gritos e gestos
Num jogo de culpa que faz tanto mal

Não quero a razão pois eu sei

O quanto estou errada, o quanto já fiz destruir
Só sinto no ar o momento em que o copo está cheio
E que já não dá mais pra engolir

Veja bem, nosso caso é uma porta entreaberta

Eu busquei a palavra mais certa
Vê se entende o meu grito de alerta
Veja bem, é o amor agitando meu coração
Há um lado carente dizendo que sim
E essa vida da gente gritando que não

Veja bem, nosso caso é uma porta entreaberta

Eu busquei a palavra mais certa
Vê se entende o meu grito de alerta
Veja bem, é o amor agitando meu coração
Há um lado carente dizendo que sim
E essa vida da gente gritando que não


Reações:

3 comentários:

Adoro essa música e sua reflexão é mais do que sensata...felicidade e liberdade de escolha, muitas vezes não andam juntas. É o conhecido "cara ou coroa" ou " uma vela pra Deus e outra pro diabo"... nunca se pode fazer/ter os dois..... mas quem sabe podemos ter "dos dois".... um pouco de cada..equilíbrio precário...mas possível.
Gracias por estar no PP. Estarei aqui, agora em definitivo. rsrsr.
Beijos

Sei que este ano foi um ano muito dificil para você, nos quais só de me imaginar em seu lugar eu me desespero, pois não é fácil, ainda mais quando o sofrimento da mãe está em jogo.

Sei que palavras não são muita coisa nessas horas, mas desejo de coração que você tenha um Natal repleto de coisas positivas, que Deus possa tocar no coração de cada um de vocês abençoando-os e iluminando-os dando força e saúde a cada um de vocês.

Que o ano de 2013 seja um ano de vitória.

Boas festas e tenha FÉ sempre.

Abraços

Acho que tudo tem um custo.
Temos que ver se vale a pena pagar por aquilo que queremos...

bjos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget