domingo, 8 de maio de 2011

Minha história - Fim da infância e Inicio da Adolescência

Continuando a minha história...

Bom naquele momento a minha mãe decidiu arriscar com o medicamento, e comecei a tomar o medicamento, que foi minha salvação. Após esse período fiz fisioterapia e acompanhamento por algum tempo até que me recuperei quase completamente, hoje tenho uma diferença nas pernas quase imperceptível.
Aos 7 anos comecei a ter uma infância mais de criança, jogava bola na rua, soltava pipa, subia em arvores, brincava com outras crianças, principalmente com meu primo Luis, ou seja era uma criança aparentemente normal.
Passam-se os anos sem grandes acontecimentos aos 9 anos já estava me retraindo no meu universo particular, já não brincava mais na rua, gostava de ficar dentro de casa assistindo desenhos, adorava os CAVALEIROS DO ZODIACO (ainda adoro).


 Aos 12 anos nasceu, meu irmão Daniel, foi um momento muito especial me apeguei muito a ele. Nessa época minha mãe decidiu voltar a trabalhar e estudar e não tinha quem ficasse com ele e eu acabei ficando. Eu dava banho, comida, ensinava, chegou a um ponto em que ele só respeitava a mim. Até hoje o chamo de bebê, por causa dessa época, fiquei nessa rotina por cerca de 3 anos.

Aos 15 anos comecei a estudar para o colégio naval, mas não era uma vontade minha e sim do meu padrasto Edmar, ele era bom comigo, mas me tratava diferente dos meus irmãos, ele ama muito meu irmão Carlos como filho e o Daniel é filho dele. Ele me forçou a estudar para o colégio naval, para que ele pudesse competir com os vizinhos que na época eram na maioria militares. Acho que é por isso que tenho tanto receio de militares.
Também aos 15 anos, comecei meu primeiro namoro de verdade com uma menina, eu não era apaixonado por ela, até porque já sabia que eu era gay.
Foi uma fase complexa em que tinha que fingir que era apaixonado por ela pra não levantar suspeitas a meu respeito, enquanto no curso preparatório que fazia tinha um monte de moleques (por ser um colégio de homens) por quem eu ficava suspirando em silêncio.

Até o próximo relato da minha vida, esse tópico visa pensar no que eu fui, pra entender o que sou hoje.

Reações:

2 comentários:

Que bacana saber um pouco mais de ti, realmente quando a gente suspeita um pouco da condição sexual, nos retraimos... nao nos aceitamos, enfim, faz parte...
Abraços

@Ro Fers - Poxa eu levei muito tempo a me aceitar por completo, isso aconteceu apenas a 5 dias.
Um abraço!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget