domingo, 30 de outubro de 2011

Minha Historia - A paixão platônica

Amigos na última postagem sobre este assunto, contei-lhes sobre o Thiago e o início de minha primeira relação homossexual, como disse com o passar dos dias descobrimos nossas diferenças e começamos a nos distanciar. E com isso comecei a me dar melhor no trabalho com "aquele garoto sarcástico e machista" que por enquanto chamarei apenas de “Garoto” e com o Roberto que estava sempre com ele, tinha gente que até falava que eles eram irmãos.



Eles me convidaram para ir ao teatro com eles, e começaram a me incluir no grupinho deles, eles eram meio Nerd’s, mas eu me divertia muito com os dois, e o Thiago começou a implicar com isso. Afinal eu saia com meus amigos e ele saia com os dele. Estava tudo certo, mas eu fazia isso, pois queria terminar e não sabia como e ele não se pronunciava e eu começava a ficar mais próximo do Roberto.



Eu e o Roberto começamos a conversar por MSN, almoçávamos juntos e ele me ensinava muita coisa, e eu sempre que podia o ensinava algo sobre nosso trabalho, pois ele tinha pouco tempo de empresa.



Então um dia o Thiago chegou a minha sala, no dia de uma folga dele dizendo que tinha ido me ver. Eu não sei de onde tirei a coragem, mas a primeira coisa que eu disse foi:
- Thiago, nos não temos nada em comum, melhor terminarmos antes de brigarmos e destruirmos a nossa amizade.
- Eu concordo, até porque eu já sei que você esta se pegando com o Roberto. (Ele)
- Eu não me pego com ninguém, não sou igual a você. E não acredito que esteja  realmente com raiva de mim.(Eu)
- Tchau! (Ele)
Depois disso comecei a ver que o Roberto era diferente, mas não perguntei nada.



Até que um dia estávamos eu, ele, aquelas mulheres que disse que eram intrigueiras -  Selma e Cida - (que começaram a se dar bem comigo, mas eu sempre fiquei com o pé atrás) e a Josi. E se eu não me engano, zoamos ele falando que ele gostava da Selma e ele disse:
- Eu realmente tenho uma paixão platônica, mais não é a Selma é outra pessoa.



Ficou um silêncio, e eu e a Josi começamos a questioná-lo, sobre quem seria. E ele disse que se respondêssemos a uma charada cada um, descobriríamos quem era... E ele como era muito inteligente bolou as perguntas, nos passou a charada, mas eu não lembro quais eram as perguntas, então vou tentar lembrar e tento contar na próxima postagem...

A minha música desta fase era...

Kiss me - Sixpence none the richer

Reações:

1 comentários:

É cruel querer terminar um namoro e não saber de que forma, já passei por isso uma vez, ainda bem que no final deu tudo certo, não estragamos nossa amizade...
Forte abraço!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget