domingo, 14 de agosto de 2011

Um filme alternativo, uma alternativa para uma tarde de sábado.





Ontem assisti ao filme A Árvore da Vida, com Sean Penn e Brad Pitt, sendo Sean Penn(Jack adulto) filho de Brad Pitt, o filme trata da sutileza da relação familiar na década de 50 e mostra como esta convivência familiar afeta Jack já adulto em sua vida atual e demonstra a busca de Jack por um horizonte através de lembranças de sua vida infantil e principalmente de sua relação com o pai e seus irmãos.






Brad faz um pai exigente e amoroso ao mesmo tempo. 
Hunter McCracken, faz Jack criança, um garoto com seu 11 ou 12 anos, lidando com um pai exigente e autoritário, em certos momentos o pequeno Jack demonstra um certo ódio pelo pai. A interpretação de Brad é perfeita e do garoto que faz Jack jovem também. Apesar de ser complexo e de possuir uma linguagem muito próxima da religião (parece um filme espirita, mas não é). 






A interpretação de Jessica Chastain (Mãe) é emocionante em vários momentos me peguei chorando com a forma como ela interpretava uma mãe leve e apegada aos seus filhos de forma singela.






Sinopse do Wikipédia
O filme segue a jornada da vida de Jack, pela inocência de sua infância para as desilusões de seus anos adultos enquanto ele tenta reconciliar a complicada relação com seu pai. Jack se encontra como uma alma perdida no mundo moderno, procurando respostas para a origem e o significado da vida, enquanto questiona a existência da .




Reações:

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget