sábado, 14 de maio de 2011

Minha História - Continuando meu 1º namoro

Bom, retomando a minha história...

Eu e a Andréia, tínhamos um namoro legal, mesmo que eu não a amasse, e que pra mim fosse apenas um disfarce, íamos as festas juntos, ela convivia com minha família, tive que pedir aos irmãos dela que deixassem ela namorar comigo, inclusive um deles era bem bonitinho. Mas enfim tudo era perfeito estávamos de férias e no retorno das férias ela iria para a mesma escola que eu. Logo pensei na vantagem que teria com isso, afinal já tinha 15 anos e ainda não tinha aparecido com nenhuma namorada, e as pessoas já começavam a desconfiar. O que me salvava um pouco é que sempre tive amizade com meninas e nessa tinha a amizade com minhas duas grandes amigas Fabiana e Gisele, que até hoje são minhas amigas. A Fabiana está noiva, é evangélica e trabalha não tem tempo pra mim e acho que não aceitaria o fato de eu ser gay. Já a Gisele é minha irmanzona, sabe que sou gay tem amizade com meu AMOR, mas toda vez que ligo pra ela está trabalhando, temos horários incompatíveis.



Voltando a minha vida, na escola por estar sempre com elas, algumas pessoas eu acho que pensavam que vivíamos uma forma de triangulo amoroso, inclusive a Andréia, e ela começou ficar com ciúmes pois eu estava sempre com elas. Nesse momento tivemos a nossa primeira briga de casal, nos separamos, passamos uma semana separados e ela sofreu bastante e decidimos voltar...
Voltamos e ficamos juntos por mais uns 2 meses, nos divertíamos mas eu já mostrava minha veia anti-social, quando ela queria ir alguma festa ou sair com os amigos eu falavas pra que ela fosse sozinha. Uma coisa engraçada que aconteceu nessa época, era que na minha casa tinha piscina, só que morávamos três famílias a minha a da madrinha dela e uma outra que tinha um rapaz chamado Gilmar que tinha uns 17 anos. Acontecia o seguinte, a Andréia só tinha olhos para mim, eu achava o Gilmar bem bonitinho,  mas nunca tive coragem de fazer nada, sempre fui mega travado, só namorei 3 garotos por que eles chegaram em mim, por que por mim acho que teria ficado sozinho a vida toda e o Gilmar tinha umas atitudes suspeitas quanto tava comigo na piscina inventava umas brincadeiras de pega-pega, já quando a Andréia tava ele falava pra ela zombando, não sei o que vê no Juan, eu seria bem melhor. Ou seja não sei até hoje qual era a dele.
A Andréia e eu ficamos meio amigos e meio inimigos as vezes nos falamos as vezes não. É bem estranho. Mas a guardo com carinho em meu coração.

Na próxima postagem vou falar sobre as minhas várias paixonites...

Reações:

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget