terça-feira, 13 de setembro de 2011

Quando um problema social aumenta outro.

Pessoal, 
Sei que tenho leitores do mundo todo então não sei qual é a realidade da cidade de cada um de vocês, mas assim como a minha deve ter problemas. Na realidade não vou falar sobre a cidade em que moro e sim sobre a cidade em que trabalho - a cidade do Rio de Janeiro - pois é, os problemas aqui são muitos mais vou falar de dois um fácil de resolver e outro nem tanto mas com um pouco de boa vontade a gente consegue.






Trânsito/transporte.


No centro da cidade do Rio, existe um terminal ferroviário chamado Central do Brasil (já foi até tema de filme), além de trens lá tem de tudo e as ruas ao seu redor são lotadas de pontos de ônibus, e aquilo torna-se um caos é carro, é ônibus e gente para todo lado, quem precisa pegar algum ônibus na rua Bento Ribeiro precisa se jogar na frente de outros carros e ônibus para conseguir tomar a sua condução. 






Acessibilidade
Nesta mesma rua via um absurdo incrível em um dia uma jovem cadeirante precisava subir a calçada para continuar seu trajeto, mas não conseguiu ter acesso a rampa, motivo: um ônibus faz seu ponto final exatamente onde fica a rampa, isso não foi tudo que a jovem precisou passar, após pedir que transeuntes a colocassem na calçada se dirigiu a um ponto de ônibus onde havia um fiscal e explicou que precisava tomar o ônibus. Pasmem, o fiscal a disse que aquele não era o melhor ponto para pegar o ônibus, pois enchia muito e que os ônibus daquele horário não eram adaptados para aquele tipo de passageiro. E ela sem ter o que fazer deu meia volta em sua cadeira mecânica e se dirigiu acredito eu a outro ponto.






Pessoal assim como nós lutamos contra a homofobia que nos atinge, vamos apoiar nossos amigos que são pessoas com necessidades especiais.


História de romance com gay cadeirante.

Reações:

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget