segunda-feira, 6 de junho de 2011

Complexos


Certas vezes me acho tão feio, outras me acho bonito. Certas vezes meu amor faz eu me sentir como a pessoa mais importante, outras sempre está me mostrando que as outras pessoas que passaram em sua vida forma melhores. A todo o momento vou de um extremo ao outro.
Às vezes é difícil aceitar que apesar de ter sido o relacionamento mais longo do meu amor, não fui o mais marcante. Poucas vezes o vejo falando de coisas que faz por minha causa. E relacionamentos que não chegaram nem há um mês, deixaram tantas marcas e tantas novas manias. Não estou dizendo que estas marcas ou manias não o fizeram bem, na realidade fizeram. Mas a mim é como um soco no estomago a todo tempo.



Olho-me no espelho todo dia e me pergunto em que posso melhorar às vezes me acho gordo, outras magro. Às vezes me acho egoísta, por não estar com ele todo tempo. Outras me sinto sufocando por ligar para ele para perguntar banalidades. Sou cheio de complexos, tenho medos.



Às vezes tenho vontade de pedir que não faça mais propaganda dos outros que me magoa, mas também fico com medo que ele se magoe, caso peça para não falar. Não sei se é só ciúme, ou se me sinto diminuído a cada frase, por isso não falo nada. Estou tentando mudar esta história, tentando marcar de algum jeito o coração dele, para que ele possa fazer propagandas a meu respeito também e para que sinta orgulho de mim a sim como sinto orgulho dele. Este texto é só desabafo, e apesar de todos estes complexos eu estou muito feliz com meu amor...




Reações:

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget